Orlistat e o controle da gordura

Orlistat, um composto que age diretamente no sistema digestivo, impedindo que a gordura ingerida em cada refeição seja absorvida, ou seja, cerca de 30% das calorias , sendo eliminada juntamente com as fezes. Isto, pois 30% da dieta é composta de gordura e o orlistat é um inibidor da lipase.

No entanto, para funcionar corretamente o deve ser tomado em conjunto com uma dieta levemente menos calórica do que o habitual, para que a perda e peso possa ser alcançada com maior facilidade. 

Indicado para acelerar o emagrecimento de pessoas obesas com índice de massa corporal igual ou superior a 28 kg/m ou que tenham esteatose hepática ou alterações do colesterol, sempre que associado a uma dieta de emagrecimento.

Além da perda de peso, outros benefícios que o uso do orlistate pode oferecer ao organismo são a redução das taxas de glicose no sangue, o controle da pressão arterial, auxílio no tratamento da esteatose hepática (acúmulo de gordura no fígado), diminuição do LDL (colesterol ruim) e do ácido úrico.

orlistat e gordura

Como usar

É recomendado tomar 1 comprimido de 120mg 3 vezes por dia, junto com as principais refeições do dia: café da manhã, almoço e jantar.

É importante reduzir o consumo de alimentos ricos em gordura como frituras, embutidos, bolos, biscoitos e outras guloseimas. 

O tratamento com este remédio deve ser parado após 12 semanas, se a pessoa não tiver eliminado pelo menos 5% do seu peso corporal.

Ao tomar o medicamento, provavelmente vai precisar utilizar também um multivitamínico diariamente que contenha vitaminas A, D, E, K e beta-caroteno, pois ele reduz, em parte, a absorção de algumas vitaminas. As propriedades bloqueadoras de gordura do medicamento também tornam mais difícil para o seu corpo absorver vitaminas lipossolúveis, então, usar os medicamentos com diferença de 2h.

O tratamento com este remédio deve ser parado após 12 semanas, se a pessoa não tiver eliminado pelo menos 5% do seu peso corporal.

Efeitos colaterais

Por conta da não digestão de gorduras, o remédio pode trazer efeitos como a presença de gotas de gordura nas fezes, cólicas abdominais, aumento de gases, aumento do número de idas ao banheiro, e incontinência fecal.

Também é possível que a pessoa tenha dor de cabeça, sintomas relacionados a gripe, sinta dor para urinar, cansaço, ansiedade, insônia e ciclos menstruais irregulares (no caso de mulheres). Outros efeitos colaterais mais raros são lesão hepática grave e reação alérgica.

Além disso, Orlistat pode interagir com certos medicamentos como ciclosporina, levotiroxina, e análogos de vitamina D. Por isso é recomendando não usar essas substâncias simultaneamente ao Orlistat, respeitando intervalos de horas para o consumo de um e outro (duas horas para os análogos da vitamina D, três para a ciclosporina e quatro para a levotiroxina).

Verifique com seu médico se você estiver tomando algum medicamento com efeito anticoagulante, medicamento para diabetes, remédios de tireoide, ou outras drogas de perda de peso para saber se não há risco de interação. Em alguns casos, a sua dosagem pode precisar de ser ajustada.


Contraindicações

Este medicamento não deve ser usado por mulheres grávidas ou amamentando, assim como por pacientes com problemas crônicos de absorção intestinal, diarreia ou problemas na vesícula biliar e para pacientes com alergia a algum dos componentes da fórmula.  Não é recomendado para gestantes, lactantes, crianças e idosos.

Compartilhe a informação
Nutrição DF
Nutrição DF

Nutrição, nutrologia e performance física em Brasília / DF. Atendimento em clínica com bioimpedância de última geração, testes genéticos de alergia e intolerância e avaliação física completa. Equipe especializada, com preparador físico experiente, endocrinologistas, nutrologia, ortopedista e nutricionista esportivo.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *