Saxenda – emagrecimento e como usar

O Saxenda é um medicamento injetável utilizado para o emagrecimento de pessoas com obesidade ou sobrepeso, pois ajuda a diminuir o apetite e a controlar o peso corporal, podendo causar a redução de até 10% do peso total, quando associado a uma dieta saudável e prática de exercício físico regular.

O princípio ativo deste remédio é a liraglutida, o mesmo que já é utilizado na composição de medicamentos para o tratamento do diabetes, como o Victoza. Esta substância atua nas regiões do cérebro que regulam o apetite, fazendo com que se sinta menos fome e, por isso, o emagrecimento acontece pela redução do número de calorias consumidas ao longo do dia.

De maneira geral, as indicações da saxenda são para controle crônico de peso em adultos que atendam aos seguintes critérios básicos:

  • IMC de 30 Kg/m² ou mais, que seria o caso de estar muito acima do peso considerado normal.
  • IMC de 27 Kg/m² ou mais, além de apresentar deficiências de saúde ligadas ao peso.

Alguns exemplos que podem se enquadrar nesse caso são pressão arterial elevada, diabetes ou níveis de gordura no sangue anormais.

Qual a função da Saxenda?

Para conseguir garantir o efeito de emagrecimento, durante o desenvolvimento a saxenda passou a explorar a ação do GLP1 (Glucagon-like peptide-1).

– Reduz a resistência a leptina

A leptina é um hormônio importante para determinar se você vai perder peso e quanto peso você vai perder. Além disso, ela também pode ser responsável pelo ganho de peso após a rápida perda. Isso acontece porque o corpo percebe a perda de peso rápida e faz alterações nos hormônios para aumentar o apetite e diminuir o metabolismo para compensar.

Repetir este processo provoca o agravamento da resistência à leptina e leva à incapacidade de perder peso, mesmo com dieta excessiva ou restrição calórica. Estudos mostram que a liraglutida atua na resistência à leptina para permitir que a perda de peso ocorra e reduz o aumento da resistência quando o corpo começa a perder peso.

– Ajuda a reduzir a resistência à insulina.

A insulina também é um hormônio muito importante para a perda de peso, pois quando está alta, é quase impossível para o seu corpo queimar gordura. Isso acontece porque a insulina bloqueia a ação de uma enzima chamada lipase, sensível a hormônios, e ela é responsável por ativar a queima de gordura. Quando a insulina está alta, esta enzima está sempre “desligada”.

Além disso, a insulina impede que o corpo queime gordura como fonte de energia e pode promover o armazenamento de gordura. Saxenda ajuda a sensibilizar o corpo aos níveis de insulina e reduzir os níveis de glicose no sangue durante o processo.

– Atua como um supressor de glucagon

Diferente da insulina, o glucagon reduz os níveis de açúcar no sangue, enquanto ajuda a aumentar os níveis de açúcar no sangue. Quando está elevado, também pode interferir no controle normal da glicose, que altera a forma como seu corpo queima energia.

Saxenda ajuda a reduzir os níveis de glucagon ao mesmo tempo em que reduz a resistência à insulina. Essas alterações promovem níveis mais normais de glicose no sangue e ajudam a promover o metabolismo adequado da glicose, além de ajudar o tecido adiposo a queimar gordura.

– Reduz o apetite

Um dos efeitos colaterais de Saxenda é a náusea leve. O medicamento diminui a motilidade gastrointestinal, o que significa que o seu conteúdo gástrico se esvazia mais lentamente. Esse processo dirá ao seu corpo que o seu estômago está cheio, causando a redução do apetite.

O resultado é a perda de peso reduzindo seu apetite e a incapacidade de aumentar os níveis de leptina, por causa do bloqueio da medicação.

– Aumenta o metabolismo

Saxenda também parece ter um efeito sobre o aumento da taxa metabólica basal. Sua ajuda pode estar relacionada aos seus efeitos nos níveis de leptina. A leptina retorna ao hipotálamo e ajuda a definir o ponto de ajuste do seu corpo, o que define a quantidade de calorias que seu corpo queima e altera seu apetite.

Como usar?

Saxenda vem em uma caneta de injeção pré-preenchida com 3 mg. Esse é um remédio prescrito, o que significa que só pode ser comprado mediante a apresentação de receita médica.

A bula demonstra que a aplicação é muito simples: basta remover a tampa, colocar uma nova agulha e girar até que esteja bem apertada. Remova a tampa externa e interna da agulha e verifique o fluxo. Em seguida, vire o seletor de dose, e injete sob a pele na região do estômago, parte superior da perna ou parte superior do braço. Não pode ser injetado em uma veia ou músculo. Aguarde seis segundos completos, pois isso fará com que toda a dose seja injetada. Por fim, remova a agulha e descarte-a em um recipiente para objetos cortantes ou em um local de descarte seguro da agulha.

A bula de Saxenda recomenda que a dose máxima para adultos seja de 3 mg por dia, podendo ser administrada em qualquer horário, independentemente do horário das refeições. Porém, essa não deve ser a dose inicial. O início é feito com 0,6 mg por dia durante os primeiros 15 dias, depois a dose deve aumentar para 1,2 mg, mais 15 dias para 1,8 mg, após 2,4 mg até 3 mg por dia. A dose é aumentada de acordo com a resposta a medicação.

Efeitos colaterais da Saxenda

Todo medicamento quando não é devidamente receitado pode levar o paciente a apresentar os conhecidos efeitos colaterais. Sobre essa questão é importante que você conheça os seguintes pontos:

  • Dor de cabeça;
  • Náuseas (que tendem a diminuir a medida que o tratamento evolui);
  • Sensação de cansaço;
  • O próprio site da fabricante afirma existir a possibilidade de o paciente apresentar tumores na tireoide. Nesse caso, deve ser imediatamente informado ao médico a situação para que seja verificado;
  • A substância pode gerar complicações para a vesícula biliar e isso incluir cálculos biliares. Em alguns casos, inclusive, pode haver necessidade de cirurgia. Em caso de dor na parte superior do estômago, febre e pele amarela, entre em contato com o médico;
  • Pode levar os pacientes a apresentarem quadros de hipoglicemia;
  • A frequência cardíaca pode ser acentuada durante a utilização do medicamento;
  • O usuário também pode sofrer com quadros de insuficiência renal. Nesse caso, o uso da substância deve ser interrompido imediatamente e o contato com o médico deve ser feito;
  • Reações alérgicas podem se manifestar.

Contraindicação

A administração de Saxenda é contraindicada para alguns casos, entre eles:

  • Tratamento de diabetes tipo 2, se for administrado juntamente com insulina ou com Victoza.
  • Pessoas que tomam outros medicamentos para o tratamento da obesidade ou outros medicamentos agonistas do receptor de GLP-1.
  • Portadores de doenças cardiovasculares ou pancreatite aguda.
  • Pessoas com histórico familiar de carcinoma medular da tireoide ou síndrome de neoplasia endócrina múltipla tipo 2.
  • Alérgicos à liraglutida ou qualquer outro componente da fórmula.
  • Pessoas com doença da vesícula biliar aguda, hipoglicemia aguda, ritmo cardíaco acelerado, insuficiência renal, reações de hipersensibilidade ou com comportamento suicida.
  • Crianças, mulheres grávidas ou amamentando.

É fundamental informar ao médico todas as suas condições médicas, incluindo:

  • Qualquer condição relacionada acima.
  • Uso de medicamentos agonistas do receptor GLP-1.
  • Problemas graves no estômago, como gastroparesia ou problemas com a digestão dos alimentos.
  • Tem ou já teve problemas com o pâncreas, rins ou fígado.
  • Presença de depressão ou pensamentos suicidas.
  • Está grávida ou planeja engravidar, pois a medicação pode prejudicar o seu feto. Se está grávida, deve parar de usar Saxenda.
  • Todos os medicamentos que toma, incluindo medicamentos prescritos e de venda livre, vitaminas e suplementos de ervas. Isso é importante porque Saxenda retarda o esvaziamento do estômago e pode afetar medicamentos que precisam passar pelo estômago rapidamente. Também pode interagir com outros medicamentos e ser afetado por eles, ou seja, pode afetar o modo de funcionamento de alguns medicamentos e alguns outros podem afetar o modo de ação do Saxenda.

Ainda que seja óbvio, descubra junto com o seu médico qual medicação para emagrecer é a melhor para você. Aproveite esse momento para fazer perguntas e discutir suas preocupações, fazer exames para diagnosticar sua condição e definir o melhor remédio que terá efeitos relevantes e menos efeitos colaterais e possíveis interações medicamentosas.

Se Saxenda for a recomendação, procure entender se os valores estão dentro do seu orçamento e se a forma de aplicação também será confortável, pois se você tiver aversão a se injetar diariamente, pode preferir tomar cápsulas ou comprimidos por via oral.

Outro ponto importante é que, para potencializar os resultados da perda de peso usando Saxenda, outras mudanças em sua dieta, estilo de vida, rotina de exercícios, suplementos e hormônios devem ser feitas. Se o objetivo é conseguir resultados duradouros, será necessário seguir uma abordagem mais abrangente, que inclui todas essas etapas.

Saxenda é um medicamento poderoso que pode ajudar seriamente a tratar a perda de peso na maioria dos pacientes e seu uso pode ser combinado com outras terapias que multiplicam os efeitos da medicação e isso proporciona uma perda de peso que é sustentada.

O medicamento pode ser comprado em qualquer drogaria ou farmácia, porém a receita médica deve ser apresentada.


Compartilhe a informação
Nutrição DF
Nutrição DF

Nutrição, nutrologia e performance física em Brasília / DF. Atendimento em clínica com bioimpedância de última geração, testes genéticos de alergia e intolerância e avaliação física completa. Equipe especializada, com preparador físico experiente, endocrinologistas, nutrologia, ortopedista e nutricionista esportivo.

No Comments

Escreva uma Mensagem ou Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *